Lactobacilos

A suplementação de lactobacilos refere-se à ingestão de bactérias benéficas da espécie Lactobacillus, comumente encontradas em suplementos probióticos. Esses microorganismos são conhecidos por seus potenciais benefícios para a saúde intestinal e geral.

BENEFÍCIOS DA SUPLEMENTAÇÃO COM LACTOBACILOS

Saúde Intestinal

Os lactobacilos ajudam a promover um equilíbrio saudável da microbiota intestinal, o que pode melhorar a digestão, reduzir a constipação e fortalecer o sistema imunológico.

Prevenção de Infecções

Acredita-se que os lactobacilos ajudem a prevenir infecções intestinais, como diarreia associada a antibióticos e infecções por Clostridium difficile.

Melhora da Saúde Vaginal

Alguns lactobacilos específicos, como Lactobacillus crispatus e Lactobacillus rhamnosus, podem ajudar a manter um ambiente vaginal saudável, prevenindo infecções fúngicas e bacterianas.

Redução da Inflamação

Alguns estudos sugerem que os lactobacilos podem ajudar a reduzir a inflamação no corpo, o que pode ser benéfico para condições como doenças inflamatórias intestinais e artrite.

MALEFÍCIOS DE TER UM DÉFICIT DE LACTOBACILOS

Disbiose Intestinal

Um déficit de lactobacilos pode levar a um desequilíbrio na microbiota intestinal, conhecido como disbiose, o que pode contribuir para problemas digestivos, como constipação, diarreia e síndrome do intestino irritável.

Maior Suscetibilidade a Infecções

Uma falta de lactobacilos benéficos no intestino pode aumentar a susceptibilidade a infecções intestinais e vaginose bacteriana.

Piora da Saúde Geral

O desequilíbrio na microbiota intestinal pode ter impactos negativos na saúde geral, incluindo inflamação crônica, comprometimento do sistema imunológico e até mesmo problemas de humor, como ansiedade e depressão.

ALIEMENTOS QUE CONTÊM LACTOBACILOS

Alimentos fermentados são uma excelente fonte natural de lactobacilos, incluindo:

  • Iogurte natural (sem açúcar adicionado)

  • Kefir

  • Chucrute

  • Kimchi

  • Kombucha

  • Missô (pasta de soja fermentada)

  • Tempeh (um tipo de fermentado de soja)

QUANTIDADE MÍNIMA DIÁRIA

Não há uma quantidade diária recomendada específica para a ingestão de lactobacilos, pois isso pode variar dependendo de fatores individuais, como idade, saúde e dieta. No entanto, consumir alimentos ricos em lactobacilos regularmente como parte de uma dieta equilibrada é geralmente benéfico para a saúde intestinal.

Leia também