Vitamina K

Quando falamos sobre vitaminas essenciais para a saúde, a vitamina K muitas vezes é deixada de lado, ofuscada por suas contrapartes mais populares, como a vitamina C ou a vitamina D. No entanto, essa vitamina desempenha um papel crucial em diversos processos do organismo, desde a coagulação sanguínea até a saúde dos ossos. Neste artigo, vamos explorar os benefícios da vitamina K, os malefícios do seu déficit, os alimentos que a contêm e as quantidades diárias recomendadas para garantir uma saúde ótima.

BENEFÍCIOS DA VITAMINA K

A vitamina K desempenha várias funções importantes no corpo humano. Uma das suas principais funções é auxiliar na coagulação sanguínea, garantindo que ferimentos sejam estancados de forma eficaz e rápida. Além disso, a vitamina K também desempenha um papel fundamental na saúde óssea, ajudando a fortalecer os ossos e prevenir a osteoporose. Estudos também sugerem que a vitamina K pode desempenhar um papel na saúde cardiovascular, na prevenção de calcificações arteriais e na redução do risco de doenças cardíacas.

MALEFÍCIOS DO DEFICIT DA VITAMINA K

A falta de vitamina K no organismo pode levar a problemas de coagulação sanguínea, aumentando o risco de hemorragias e hematomas. Além disso, o déficit de vitamina K está associado a uma maior incidência de fraturas ósseas e osteoporose. Em crianças, a deficiência grave de vitamina K pode levar ao desenvolvimento da doença hemorrágica do recém-nascido, uma condição potencialmente fatal.

ALIMENTOS QUE POSSUEM VITAMINA K 

A vitamina K pode ser encontrada em uma variedade de alimentos, principalmente em vegetais de folhas verdes escuras, como espinafre, couve, brócolis e couve de Bruxelas. Outras fontes incluem óleos vegetais, como óleo de soja e óleo de canola, além de alimentos fermentados, como queijo e natto (um prato japonês de soja fermentada).

QUANTIDADE MÍNIMA DIÁRIA RECOMENDADA

A quantidade mínima diária de vitamina K varia de acordo com a idade e o sexo. Para adultos, as recomendações geralmente giram em torno de 90 microgramas por dia para mulheres e 120 microgramas por dia para homens. Mulheres grávidas ou amamentando podem precisar de quantidades ligeiramente maiores.

VALOR NECESSÁRIO DE REFERÊNCIA NO SANGUE

O valor necessário de referência no sangue para a vitamina K é geralmente medido pela atividade da protrombina, que é um indicador da capacidade do sangue de coagular adequadamente. Um valor normal de protrombina está geralmente entre 70% e 120%.

Em resumo, a vitamina K desempenha um papel vital na saúde do corpo humano, desde a coagulação sanguínea até a saúde óssea. Garantir uma ingestão adequada dessa vitamina por meio de uma dieta balanceada é essencial para manter o corpo funcionando de forma otimizada. Incorporar alimentos ricos em vitamina K em sua alimentação diária pode ser uma maneira simples e eficaz de garantir que você esteja recebendo todos os benefícios que essa vitamina tem a oferecer.

Leia também: